segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

"Mas eu me mordo de ciumes!"

Sabe quando você gosta tanto de uma pessoa que a sua vontade é estar com ela o tempo todo? Você não quer sair de lá com medo de alguém chegar e tomá-la de você? Você quer tanto agradar aquela pessoa que faz tudo por ela e tenta afastar os outros para que você seja melhor? E o que não falar de você dar uma overdose de si mesmo para que a pessoa não se esqueça nunca que você está do lado dela? Você sabe que você á a única coisa que aquela pessoa precisa e você está lá para protege-la de tudo. Ai ai..você sabe do que eu to falando, não é? Isso é amor? Não. Isso é DOENÇA.


Vamos lá, dessa vez me pediram pra falar da relação entre ciume e possessão e o que difere os dois. Notamos desde já que o primeiro caso que citei corresponde a um alto grau de possessão. Se você não acha isso, então é melhor repensar a sua vida e suas atitudes. A grande diferença entre os dois é a forma como essa vontade se sobrepõe ou não sobre as vontades da pessoa em questão. Vamos explicar melhor:

Como sempre faço questão de falar aqui, vivemos num mundo em sociedade e, como tal, precisamos respeitar o próximo. Se por acaso a pessoa gosta de algo que te incomoda, você nunca pode se sobrepor a essa vontade dela, exigindo que a pessoa mude seus atos. Pode até sim conversar sobre e chegar a um mutuo acordo, mas nunca tomar posse da voz do próximo. Isso é o que carateriza a possessão; você tenta se sobrepor às vontades da pessoa a quem você quer bem, como se ela não fosse capaz de pensar, agir, ou ter vontades próprias. Se você está sendo vitima de possessão, se rebele! Ela é uma ditadura terrível que, dependendo do quão assertivo você seja, pode se tornar uma lavagem cerebral. Se, ao contrário, você é alguém que tenta tomar posse de outra pessoa, se trata! Hehe (troquei meu rs, dessa vez)

Apesar de tudo isso, não é só o ciume e a possessão que se confundem. Existem pessoas que vêm ciumes em rigorosamente tudo, porem este pode ser confundido com preocupação também. Se por exemplo, algum amigo seu está estranhando você andar demais com uma galera que costuma andar armada por aí, chutando velhinhas no meio da rua, isso provavelmente não é ciumes. 

Quando ao próprio, ele é perfeitamente normal e aceitável, mas na sua dosagem certa. É até saudável e provocativo, se souberem usa-lo bem.
Em meio disso tudo, só digo o seguinte: Pratique o ciume com moderação, sem dosagens doentias.

Boa Noite e paz no coração para todos vocês!

7 comentários:

  1. Não gosto muito desse assunto, mas ok. Curti o texto xD

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu sou possessiva então! :x

    ResponderExcluir
  3. Oh god.

    Eu só sei de uma coisa Daniel. xD

    Esse texto foi foda. xD


    Enfim, ciumes, possessão, preocupação... tudo isso é de confundir. Não tem como. xD

    Qualquer coisa, faça como eu.
    Se ame, tenha ciumes de você mesmo, e tente ser possessivo contigo mesmo, e se preocupe apenas com sí. E esqueça o resto. xD


    Mas, um texto interessante Daniel. ;D
    Parabéns. (Tenteiumparabénseminglêsmasnemlembrocomoé) xD

    ResponderExcluir
  4. Sou possessiva. E adorei o "hehe". HAHAHHASDUODHSA. :p

    ResponderExcluir
  5. euu tbmm sou possessiva adorei o textoo!!

    ResponderExcluir
  6. huahuahuahua eu sou ciumenta sim! e possesiva sim! me moooooooordo de ciumes!!!! huahuahua mas nao demonstro! ameei a comparacao e os exemplos Daaaaaaaaan! a careta da menininha eh a minha caraaaaaa!

    ResponderExcluir